Marketing Político parte 2 – marketing político digital

Banner Blog Marketing Político

O meio digital têm uma poderosa influência sobre o cotidiano social, e isso se torna cada dia mais intenso.  As novas tecnologias se fazem presente em todas as áreas da vida das pessoas atualmente, desde tarefas como falar com outras pessoas que estão distantes, como também em tarefas que antes não precisavam da internet para nada, como pedir comida, solicitar transporte, ou encontrar uma namorada, por exemplo. Marketing Político

E no âmbito político não seria diferente. As pessoas estão mais exigentes, tendo em vista também que elas têm se tornado cada vez mais informadas e conscientes dos seus direitos e dos seus papéis na sociedade. Deste modo, a política eleitoral não pode ficar aquém dos avanços tecnológicos e as mudanças que eles implicam nas relações sociais e no comportamento dos eleitores.

Leia também: Marketing Político: como preparar a sua campanha

Tentar criar a sua campanha apenas nas mídias convencionais, desconsiderando o poder de interferência no cotidiano social das mídias digitas pode te fazer perder inúmeras oportunidades. E é aí que entra o Marketing Político Digital, que visa aplicar as ferramentas do Marketing Digital ao âmbito político eleitoral com o intuito de expandir o alcance da divulgação de projetos de campanha e estabelecer um bom relacionamento entre o candidato e o eleitor.

Contudo, para que haja o uso eficaz das ferramentas de marketing digital em campanhas eleitorais, é necessário, antes de qualquer coisa, buscar ajuda de profissional especializado. Tentar fazer essa parte do trabalho contando com amadores apenas te fará perder tempo, dinheiro e provavelmente alguns votos. Em casos mais extremos, alguns erros podem até mesmo acarretar em processos legais e na perda da candidatura. Por isso, lembre-se: Marketing Político Digital é coisa séria!

  • Crie uma comunidade – promova a aproximação do público com o candidato, onde será possível ouvir as demandas dos eleitores, discutir os temas e apresentar propostas. O Facebook, por exemplo, é uma excelente rede para se criar grupos desse tipo, e dar voz aos seus eleitores.

 

  • Atenção ao calendário de ações – Integre os calendários de ações eleitorais off-line com as ações on-line do seu candidato. A sua estratégia política e seu posicionamento nas redes sociais devem ter a mesma identidade e linguagem, evitando incoerências e um conteúdo pouco relevante.

 

  • Conteúdos coerentes: Crie os conteúdos pensando nas redes que você irá utilizar. Não adianta tentar trazer o mesmo conteúdo da mídia tradicional e “adaptá-lo” para as redes sociais. É preciso elaborar toda a ação pensando nas especificações de cada mídia, buscando formas criativas para impactar o público presente em cada uma delas.

 

  • SEO é fundamental – Para aumentar a eficácia da sua campanha de marketing político digital, dominar as ferramentas é essencial. E o SEO é a chave certa para fazer todas as engrenagens funcionarem. Imagine criar conteúdos muito bem pensados, que tenham a cara do candidato, que revele o tom da sua campanha e dos seus projetos, mas esse conteúdo só alcançar uma pequena porcentagem dos seus eleitores? O SEO é o que irá te ajudar a posicionar as suas postagens onde o seu eleitor se encontra, para que o seu candidato esteja presente nas esferas em que a sua campanha precisa estar consolidada e atuante.

 

Quer saber mais? Fique atento às nossas publicações ou entre em contato conosco para descobrir como fazer uma campanha eleitoral de sucesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *