Landing Pages – Uma solução de vendas on-line para o seu negócio

Se você já ingressou, mesmo que superficialmente, no universo do marketing digital, você provavelmente já ouviu falar em Landing Pages. Mas você sabe o que elas são e para que servem? Se não conhece, você pode estar perdendo muitas oportunidades de negócios.

Landing Pages são páginas de conversão ou “aterrissagem”, criadas com o objetivo de aumentar a conversão da empresa e conquistar novos leads e clientes. Ela é uma página de destino, isto é, quando usuários de redes sociais, por exemplo, clicam em anúncios, é para a Landing Page que ele será direcionado “fisgado” pela oportunidade de adquirir um produto em promoção, obter um e-book ou o download de outro material, ler um artigo interessante, fazer um pedido de orçamento, entre outros.

Ou seja, é uma troca focada em converter o lead provocando a curiosidade e o desejo de compra no público-alvo.

Uma Landing Page bem feita pode resultar em compras no seu site

Uma Landing Page pode trazer os seguintes benefícios para o seu negócio:

1 – Classificar os leads por interesse e possibilidade de fechar negócios (funil de vendas):

2 – Reduz custo na aquisição de informações de clientes:

3 – Direciona usuários que clicam em anúncios:

4 – É uma ótima opção para pequenas empresas que querem realizar vendas on-line mas não possuem sites.

 

O que a sua Landing Page realmente precisa ter:

 

  • Título e subtítulo atrativos: Pesquisas mostram que apenas 8 em cada 10 pessoas vão ler o “cabeçalho” da sua Landing Page. Mas apenas 2 de 10 continuarão lendo o restante.

 

Isso revela a importância da criação de um título e subtítulo atrativos, que guiarão o seu público para a conversão. Seja criativo, interessante e diferente, prendendo a atenção do seu cliente e levando-o até o final da sua página.

 

  • Imagem: As imagens contidas na sua Landing Page – assim como todo o layout dela – devem ser atrativas, e sobretudo deve conversar com a identidade visual da sua empresa ou do seu produto. As imagens precisam refletir a sua oferta e ter relação com ela.

 

Evite o banco de imagens e dê preferência a produzir as suas próprias imagens. Mas atenção: cuidado com a qualidade. Busque ajuda profissional para garantir fotos de alta resolução e com estética agradável do seu produto/serviço. Imagens ruins e de baixa qualidade podem te fazer perder a credibilidade.

 

  • Oferta: Esse é o momento de usar gatilhos mentais para convencer o usuário que a sua oferta vale o tempo dele. Mostre que ele realmente precisa do que você está oferecendo, fazendo-o se identificar com o seu produto e destacando os benefícios que ele trará ou a situação que ele mudará.

 

Foque no texto que apresente o seu produto de forma interessante e que estimule a conversão.

 

  • Formulário com Call to Action (CTA): Essa é a principal parte de uma Landing Page. É através do preenchimento do formulário que você irá obter o contato do visitante para ações posteriores. Os formulários precisam ser inteligentes e com poucos campos, para não se tornar invasivo e despertar a desconfiança do usuário. Lembre-se: após captar o e-mail você pode promover outras ações para reunir mais dados futuramente.

 

E não esqueça o Call to Action, ou “chamada para ação”. Ela é o botão de direcionamento que você quer dar a sua Landing Page. “Assinar a Newsletter”, “Inscrever-se no programa”, “Baixar o e-book”, “Finalizar a compra”, “Fale com o especialista agora” são alguns exemplos.

 

Os “botões” CTA podem tanto fazer um download automaticamente como direcionar para uma página de pagamento, para um ambiente online exclusivo para inscritos ou assinantes, ou até mesmo redirecionar para o WhatsApp Business no estilo “fale com o especialista” ou compre pelo whatsapp.

 

A CTA deve estar posicionada estrategicamente, levando o usuário a ler todo o conteúdo da sua Landing Page antes de clicar nele, deixando-o mais propenso a concluir a ação.

Os botões de chamada para ação têm que ser bem posicionados na página
  • Thank You Page:  É a página final da conversão do lead. Depois do potencial cliente preencher o formulário – e realizar o download ou obter o conteúdo que o atraiu inicialmente -, ele será direcionado para uma página de agradecimento. Ela pode ser bem limpa e conter apenas a palavra “Obrigado”, ou conter uma frase, links de contato ou redirecionamento para a home do seu site, entre outros.  

 

Dois tipos de Landing Page que você precisa conhecer:

 

  • Captura: São as Landing pages focadas exclusivamente na captura do e-mail do usuário. Sim, ela ainda irá conter uma oferta, algo que você dará em “troca” do fornecimento dos dados daquela pessoa, como por exemplo, um e-book gratuito ou a inscrição para um webinar. Para liberar o acesso a esse material, o seu formulário solicita o nome e o e-mail daquele potencial cliente. 

 

Pode conter também uma caixa do tipo “quero receber as novidades por e-mail”, onde o usuário irá se inscrever também para receber sua newsletter, já criando um canal de comunicação entre você e ele, podendo gerar futuros negócios

 

  • Vendas: Como o próprio nome diz, são Landing Pages focadas em realizar a venda de algum produto/serviço. Ela deve ter as informações completas sobre o produto em oferta e os benefícios que ele trará para o comprador, além de depoimentos de clientes satisfeitos, FAQ com as principais dúvidas dos usuários, e outros elementos como contagem regressiva para a expiração da oferta ou setas que direcionam a leitura. 

 

A Landing Page de vendas deve levar para uma página de pagamento, dados do consumidor e informações da entrega, e em seguida para a página de agradecimento.

 

Então se você ainda não tem um site mas quer vender o seu produto online de forma descomplicada, as Landing Pages podem ser a ferramenta rápida e certa para o seu negócio.

 

Quer saber como? Converse com nossos especialistas em Marketing Digital e encontre a estratégia ideal para a sua empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *